Impedidos de trabalhar em razão do coronavírus, integrantes de circo pedem ajuda à comunidade (Vídeo)

Impedidos de trabalhar em razão do coronavírus, integrantes de circo passam necessidade


Desde ontem, 23, o caso do Circo Líbanos, que se encontra em Chapadinha, vem ganhando notoriedade nas mídias sociais. Impedidos de trabalhar devido à 'quarentena' imposta pelas autoridades, os integrantes não viram outra alternativa a não ser pedir ajuda à comunidade, pois dependem exclusivamente da bilheteria para viver.

A TV Baixo Parnaíba esteve no local e registrou a situação (trecho da matéria ao final). Trata-se de um circo familiar, sem recursos, proveniente do Piauí. Dezoito pessoas integram o grupo, entre as quais dois adolescentes e cinco crianças, uma delas com apenas nove meses de idade.

A equipe de reportagem divulgou o apelo dos artistas, mas também lembrou que é dever do poder público prestar auxílio à população durante calamidades públicas. Cabe portanto à Prefeitura de Chapadinha, por meio das secretarias de Saúde e Assistência Social, averiguar as condições em que se encontram os profissionais circenses e ampará-los no que for possível.

Mas quem quiser e puder ajudar por solidariedade, e não obrigação, pode entregar doações diretamente no local, no campo do Real Brasil, Bairro Caterpillar, final da Rua Bernardo Mendes; ou transferir qualquer quantia para a conta de Ronivaldo M. Feitosa, AG 5675-8, CC 20.778-0, Banco do Brasil.

Espalhe por aí e deixe seu comentário