Denúncia sobre desvios na saúde pública do MA envolve Talvane Hortegal

Reportagem mostra como milhões de reais são desviados da saúde pública do Maranhão todos os meses por meio de um esquema de contratações ilegais que tem por base o hospital macrorregional de Pinheiro e cujos principais beneficiados seriam o prefeito daquele município, Luciano Genésio, seu ex-adversário Leonardo Sá e o vice-prefeito de Chapadinha, Talvane Ribeiro Hortegal.

Assim como no escândalo envolvendo o Governo do Estado e o IDAC (Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania), divulgado pelo Fantástico no último domingo, surgiram indícios de desvios de recursos administrados por outro instituto contratado pelo Estado, o Acqua (Ação Cidadania, Qualidade Urbana e Ambiental), responsável por serviços médicos como as UTIs do Hospital Regional Dr. Jackson Lago, em Pinheiro. Segundo a denúncia, o Acqua terceiriza esses serviços a empresas "de fachada" comandadas pelo prefeito Luciano Genésio e seus aliados.

Sogro de Luciano, Talvane Hortegal aparece contratado como médico do referido hospital por meio de outra entidade, o INTEGH (Instituto de Tecnologia e Gestão Humana Ltda), cumprindo 28 plantões de 24 horas por mês, perfazendo um total de 672 horas/mês. Pela carga horária "puxada" ele receberia R$ 70 mil mensais. De acordo com a documentação exibida, Talvane acumula, ainda, contratos como médico do Programa Saúde da Família (PSF) no povoado Bom Viver, em Pinheiro, com carga horaria de 160 horas/mês; médico no hospital Antenor Vieira de Morais, em Brejo, com jornada de 60 horas/mês; e também do HAPA (Hospital Antonio Pontes de Aguiar), em Chapadinha, com jornada idêntica.

Ao todo, Dr. Talvane trabalharia nada menos que 952 horas por mês, o que equivale a 31 horas por dia. Além disso, a empresa T. R. Hortegal, de sua propriedade, teria sido contratada pelo Governo do Estado por R$ 147 milhões, para fornecimento de materiais hospitalares, mesmo não possuindo capital social para tanto.

Nesta quarta-feira, 14, ele concedeu entrevista a uma rádio local, falou sobre as acusações e aproveitou o ensejo para lavar alguma roupa suja, mas isso será abordado nas matérias seguintes. Confira a reportagem na íntegra:


logoblog
Comentários
0 Comentários