Justiça determina inquérito contra 'braço direito' de Flávio Dino por corrupção

A juíza Patrícia Marques Barbosa, titular da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão, determinou à Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) que instaure inquérito policial contra o secretário estadual de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry (na imagem, com o governador), e também contra a ex-secretária especial de Flávio Dino, Simone Limeira, por crimes de corrupção.

O pedido tem por base investigação iniciada pelo Ministério Público Federal (MPF) a partir de representação feita pelos deputados Andrea Murad e Sousa Neto, em outubro de 2015.

Justiça determina abertura de inquérito contra Márcio Jerry por corrupção

Justiça determina abertura de inquérito contra secretário de Dino por corrupção

Robusto, o processo conta com mais de 150 laudas e se encontra parado na Seccor. De acordo com os autos, o "braço direito" do governador é suspeito de ter oferecido dinheiro ao líder guajajara Uirauchene Alves, para que ele encerrasse uma manifestação de índios que acamparam em frente ao Palácio dos Leões e da Assembleia Legislativa, em protesto contra atrasos no pagamento do transporte escolar na região de Grajaú.

Já contra Simone, pesa a acusação de que teria pedido e recebido propina do líder indígena para que fosse agilizada a liberação dos referidos recursos. À época da denúncia, ela chegou a entregar o cargo sob a promessa de que mostraria ter sido acusada indevidamente, porém nunca mais se manifestou sobre o assunto.

E assim caminha o MA: enquanto a corda arrebenta do lado mais fraco, o governador continua "de boa" fingindo não saber de nada. Aprendeu com seus ídolos em Brasília.


Com informações do Atual7
logoblog
Comentários
0 Comentários