Prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, fecha contrato com empresa investigada

Enquanto o povo de Chapadinha padece devido à precariedade dos serviços públicos, o prefeito Magno Bacelar e sua trupe estão rindo à toa, torrando o dinheiro da prefeitura em toda sorte de contratações esdrúxulas e milionárias, de causar inveja a qualquer político investigado na Lava Jato.

Uma delas, por sinal, foi destaque na imprensa estadual, nesta terça-feira: por meio da Secretaria Municipal de Saúde, Bacelar fechou dois contratos que somam mais de R$ 10 MILHÕES com uma empresa do Piauí, a Dimensão Distribuidora de Medicamentos, investigada e denunciada por comercializar medicamentos roubados de dentro da Secretaria de Saúde daquele estado (SESAPI).

Em 2011, a Delegacia de Combate a Crimes de Ordem Tributária (DECCOTERC) do Piauí, juntamente com o Núcleo de Inteligência da Secretaria Estadual de Fazenda, estouraram um depósito contendo medicamentos desviados da SESAPI. A equipe investigava um suposto depósito clandestino na Zona Sul de Teresina e acabou descobrindo todo o esquema. Na época, a estimativa do rombo chegava a R$ 3 milhões. Após a investigação policial, o Ministério Público Federal denunciou os criminosos à Justiça, inclusive Jadyel Silva Alencar, titular da Dimensão Distribuidora, por receptação qualificada (decisão abaixo).

Denúncia cita titular da empresa que contratou com a Prefeitura de Chapadinha

Bacelar, no entanto, parece não ligar muito para esses "detalhes", pelo contrário, a maioria das pessoas que o cercam, sejam físicas ou jurídicas, trazem algum histórico de criminalidade no currículo, incluindo investigações e até prisões pela Polícia Federal. E são estas pessoas que, hoje, negociam com o dinheiro do povo de Chapadinha.

Pelo menos, agora, não restam dúvidas quanto ao motivo da constante falta de medicamentos e insumos no HAPA ou da precariedade dos serviços prestados nos postos de saúde, onde hipertensos já foram mandados de volta para casa sem ao menos aferirem a pressão arterial, por falta de simples medidores.

Abaixo, os extratos dos contratos publicados no Diário Oficial:

Extratos dos contratos entre a Prefeitura de Chapadinha e a empresa investigada


Com informações do Blog do A. Martins
logoblog
Comentários
0 Comentários