1 de set de 2016

Não houve agressão nem ameaça, diz Mario Brito sobre acusações divulgadas por blogueiro

Chapadinha: Mario Brito rebate acusação de Alexandre Cunha
Mario Brito (à esquerda) rebate acusações de Alexandre Cunha

O blog conversou com um dos protagonistas do mais recente "escândalo" eleitoral da cidade. Disse eleitoral porque os nomes dos candidatos apoiados pelos envolvidos receberam algum destaque, quando talvez nem devessem ser citados.

O caso foi que um blogueiro de Chapadinha, vulgo Alexandre Cunha, acusou duas pessoas de terem lhe agredido e ameaçado de morte. Provas? Por enquanto só a palavra dele, registrada em um boletim do ocorrência.

Um dos apontados pelo blogueiro como autor da ameaça, Mario Brito, contou ao blog sua versão dos fatos. Segundo ele, na tarde de terça-feira (30), durante uma visita do governador Flávio Dino a obras no Areal, o blogueiro teria avançado sobre o deputado Paulo Neto com o cotovelo, ocasião em que um tal Jamilson teria revidado a agressão com um empurrão. Houve bate-boca e tudo teria terminado ali, não fosse o dito blogueiro ter investido verbalmente contra Jamilson e Mario Brito cerca de uma hora depois, já em outra obra, o que teria causado mais bate-boca.

"Fiquei pasmo quando vi que o caso tinha tomado essa proporção", - disse Mario Brito. "É um louco, falar em ameça, em agressão, não houve nada disso e várias pessoas que estavam presentes podem confirmar o que estou dizendo."

Nosso blog deixa o alerta e pede que o mesmo seja compartilhado ao máximo: Em período de eleições o número de "boletins de ocorrência" costuma aumentar, seja contra candidatos ou seus aliados, porém a maioria não segue adiante, por se tratar de pura politicagem! E por isso, o mínimo que devemos fazer ao ouvir esses boatos é procurar conhecer as duas versões da história, antes de sair tirando conclusões. #FicaADica

Comentários
0 Comentários

0 comentários: