30/06/2015

Rejeitado em 17 escolas na infância, músico com síndrome de Down prepara primeiro disco

'Dudu do Cavaco' está prestes a se tornar o primeiro músico com síndrome de Down no Brasil a gravar o próprio CD.

Dudu do Cavaco: Músico com Down prestes a gravar disco.

Ser igual aos outros músicos é o sonho maior de Eduardo Gontijo, de 24 anos. Porém não vai ser fácil para Dudu do Cavaco permanecer no mesmo patamar dos colegas. Sua carreira solo promete ser ainda mais especial. Na verdade, o jovem está prestes a se tornar o primeiro músico com síndrome de Down no Brasil (e talvez no mundo) a lançar um CD.

Dudu já deixou o anonimato há algum tempo. Já ajudou a abrir o desfile das escolas de samba campeãs do Rio de Janeiro, tocou chorinho no palco da Rio Scenarium, numa apresentação que deixou o público emocionado, e já deu palhinha num programa apresentado por Xuxa. Em mais de 20 shows fora de Minas, em nove estados, ele já se apresentou ao lado de Jota Quest, Monobloco e Thiago Delegado. Em Belo Horizonte, Dudu costuma tocar no Trem dos Onze, com outros 10 músicos.

O cavaquinho é o instrumento que Eduardo mais gosta de tocar (se refere ao mesmo como "meu neném"), mas ele também toca pandeiro, banjo e repique. "O cavaquinho é responsável pela autonomia cada vez maior conquistada pelo Eduardo. Ele hoje já é famoso, mas só recentemente aprendeu a atravessar a rua sozinho e a tomar um táxi para voltar dos shows", diz Leonardo Gontijo, 36 anos, empresário, irmão e maior incentivador da carreira de Dudu; e também autor do livro Mano Down, relatos de um irmão apaixonado. Com base na temática 'superação', ele e o irmão já encabeçaram mais de 70 palestras motivacionais no país.

Dudu do Cavaco junto com seu irmão, empresário e fã nº 1.

Não deixe de assistir ao vídeo abaixo, onde Leonardo entrevista Dudu sobre o futuro de sua carreira. "Emocionante" é pouco para descrevê-lo.


Comentários
0 Comentários