Juiz José de Ribamar (imagem: TV Delta)

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam, na noite dessa sexta-feira (14), o juiz criminal José Ribamar de Oliveira e Silva (foto), por desacato a autoridade. Segundo o inspetor Raimundo Rameiro, o fato ocorreu num trecho da BR-343, próximo à cidade de Parnaíba, litoral do Piauí.

De acordo com Rameiro, os policiais receberem a denúncia de que uma mulher estava sendo agredida na rodovia. "Uma equipe se dirigiu até o local informado e encontrou uma mulher na companhia do juiz José Ribamar e de seu sobrinho. Durante a abordagem, ela afirmou ter sido agredida pelos dois", explicou.

Ainda conforme o inspetor, a mulher apresentava escoriações pelo corpo e rosto. "Os agentes deram voz de prisão ao juiz, que resistiu e ameaçou os agentes da PRF. Por isso, ele foi preso por desacato a autoridade", esclareceu Rameiro.

O magistrado foi encaminhado à Central de Flagrantes no bairro São Benedito, em Parnaíba, e liberado após pagamento de fiança. A polícia não revelou o motivo da suposta agressão.

Central de Flagrantes em Parnaíba

Segundo o blog Acesso 343, o juiz teria dito aos policiais rodoviários que não ia ser fiscalizado porque era uma autoridade, que quem mandava era ele, que os policiais não mandavam em (...) nenhuma e que ele é que iria prendê-los. O Magistrado também teria dito que os policiais iriam ver o que era prender uma autoridade e, nesse momento, teria recebido voz de prisão.

No dia 13 de dezembro o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) havia determinado a aplicação da pena de censura a José Ribamar. O magistrado foi punido com uma advertência pelo Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJPI) por ter proferido decisões reiteradas de soltura de presos provisórios sem a devida intimação ao Ministério Público.


logoblog
Comentários
0 Comentários

0 comentários: