9 de out de 2012

SFT condena Dirceu, Genoíno e Delúbio por 'Mensalão'... E agora, Lula?


Mais de 2 meses após o início do julgamento da Ação Penal 470, conhecida como "mensalão", o Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira por corrupção ativa três dos principais réus do caso: o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoíno e o ex-tesoureiro do partido, Delúbio Soares.

A corte considerou que Dirceu, Genoíno e Delúbio participaram da articulação de um esquema ilegal para comprar o apoio de deputados federais e líderes partidários durante o início do governo Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2003 e 2004.

O esquema batizado de "mensalão", segundo o STF, foi alimentado por recursos públicos e visava a garantir vitórias do governo em votações no Congresso. A corte avaliou que foram simulados empréstimos para despistar autoridades.

A posição da corte se contrapõe à versão de Lula e da defesa de boa parte dos réus. Eles dizem que os pagamentos a políticos visavam a quitar dívidas eleitorais e financiar campanhas da base aliada ao governo federal.

Com a condenação, Dirceu, Genoíno e Delúbio juntam-se aos 22 réus que já haviam sido considerados culpados pela corte no processo. Os três ainda responderão pelo crime de formação de quadrilha. As penas só serão definidas ao fim do julgamento, que não tem prazo para terminar.

Para que cada réu fosse considerado culpado, era necessário que ao menos seis dos dez ministros do Supremo se pronunciassem a favor da condenação. Principal réu do julgamento, Dirceu foi, por enquanto, condenado por seis magistrados: Joaquim Barbosa, Rosa Weber, Luiz Fux, Carmen Lúcia, Gilmar Mendes e Marco Aurélio.

As condenações de Delúbio e Genoíno foram definidas por placares ainda mais elásticos. O ex-tesoureiro do PT foi considerado culpado por oito ministros, enquanto o ex-presidente da sigla recebeu sete votos condenatórios.

Dirceu agora é corrupto segundo dois Poderes da República

José Dirceu teve o mandato de deputado federal cassado pela Câmara por corrupção. E obteve o 6º voto contrário no Supremo, ou seja, o Poder Judiciário também decidiu que ele é corrupto.

Assim, Dirceu consegue o prodígio de ser declarado "oficialmente corrupto" por dois Poderes da República: o Legislativo e o Judiciário!

E a pergunta que não quer calar: E agora Lula? Vai continuar negando o mensalão em rede nacional e chamando os corruptos condenados de "companheiros"?


Comentários
1 Comentários

1 comentários:

MOTO_SERRA_DE_PRATA disse...

Vai, Lula vai continuar chamando corruptos condenados de "companheiros"...!!!!
Pois ele não tem vergonha na cara...