02/10/2012

Carta Aberta a Alexandre Pinheiro (por Ernani Maia)


Meu caro Alexandre Pinheiro, você que com tanta propriedade fala do passado, vou lembrar-lhe agora de um episódio não muito distante...

Era ano eleitoral de 2004, existiam dois grandes grupos e uma terceira via. A terceira via geralmente entra como uma alternativa moralizadora, brandindo honestidade e mudança. Você era o rapaz que encabeçava este grito ético e moralizador, pois havia percebido os malefícios do governo Magno Bacelar que agora pleiteava uma reeleição.

Eu já morava em Chapadinha há três anos e decidi observar mais de perto os candidatos. Fui a um comício do Dr. Magno Bacelar no Areal e fiquei perplexo com as barbaridades e baixarias que saíram da boca suja do Dr. Magno. (alguém deveria lavar a boca dele com sabão).

Entre ataques ferozes ao Isaías, ele também dirigiu sua metralhadora verborrágica fecal na direção da sua família. Seu pai e você foram alvos desse sujeito ensandecido com um microfone na mão. Não quero lembrá-lo das acusações desferidas contra seu pai pelo extremo respeito que tenho à sua idade e ao profissional de saúde dedicado que ele é, mas lembro-me do Dr. Magno ter referido-se a você como "gordo pei***", gritando à multidão que o ovacionava que o tinha demitido por ser muito preguiçoso...

Nossa sociedade é muito superficial, e as pessoas que tem sobrepeso podem não sentir-se encaixada nela. Acho que aquilo deve tê-lo marcado de maneira significativa, pois algum tempo depois você realizou uma cirurgia bariátrica para redução de peso...

Assim como no conto de Sansão, em que sua força residia no cabelo, acredito que sua força, ética e esperança de mudança residiam na sua gordura.

Sansão foi enviado para libertar o povo de Israel dos Filisteus, e o nome Alexandre é originário do grego e significa defensor da espécie humana. Sansão e Alexandre, portanto, tinham nobre missão. As semelhanças com Sansão, no entanto, encerram-se por aí. Sansão perdeu sua força, mas não perdeu seus valores e como toda boa tragédia, sacrificou-se por eles, ao contrário de você, Alexandre, que dobrou seus joelhos. Mil vezes aquele saudoso e ético "gordo pei***" do que a figura pálida que hoje têm sua caneta a serviço de quem o açoitou.

Percebo hoje que você volta a engordar e torço para que com o retorno dessa gordura, também retorne àquele posicionamento ético e ideológico de outrora, aquilo, que mais do que aparência, te fazia respeitável.


Dr. Ernani Maia
(Cirurgião-Dentista)




N. do Adm. - Deseja publicar seu texto em nosso blog? Basta enviá-lo a partir do menu Contato (no alto da página) ou diretamente de seu email para chapadinhaonline@live.com
Comentários
1 Comentários