Depois de ler o texto do 'Sansão de Chapadinha' e menino de recados de Magno Bacelar, resolvi esclarecer alguns fatos, pois, como já foi documentado, falar a verdade não é coisa usual de tal pessoa. Parece que a convivência o faz agir de maneira semelhante ao seu patrão e senhor, Magno Bacelar.

O texto dele está em preto; minhas considerações, em vermelho...



"Mais difícil que ensinar caminho a doido é fazer o dentista Ernani Maia entender a lógica da política que concilia antigos adversários e faz suscitar novos desafetos. Ele agora publica um texto escrito por mim em 2000 e, sem entender o contexto, situa como se datado de 2004. Na carta deploro o caminho do PPS em aliar-se a Isaías e critico com desmedida acidez o advogado Almir Moreira, então vice da chapa. Retoma, ainda, com o propósito de me ofender no presente, a repetição manjada de termos esdrúxulos utilizados para me atacar no passado. Sem se conter ao debate público ele é chegado a baixaria – de enfermidades a detalhes conjugais – adentra à intimidade alheia como se pregressamente fosse um poço de virtude e nunca tivesse sofrido um revés familiar que desdenha nos outros."

Parece que toquei na ferida... O antigo crítico Alexandre foi contaminado pelos atuais aliados que ele mesmo criticava. Negou até conhecer Almir Moreira quando fez críticas ácidas ao mesmo... Críticas, a meu ver, muito pertinentes. Fico satisfeito em saber que tal sujeito não teve chances no pleito de 2004, pois imaginem o que seria de nossa cidade se alguém que mudou tanto por um emprego de blogueiro de Magno Bacelar assumisse o mais alto cargo do município?

"Este mesmo senhor de Ideias Fixas, que se esmera em mostrar contradição nos adversários, nunca disse palavra sobre as esculhambações de Isaías contra Roseana quando o governador era José Reinaldo e a vassalagem deste quando ela recupera o poder."

Alexandre acha que todos tem que se comportar como ele. Para os que acompanham meus comentários, sabem que apoio Ducilene Belezinha, mas o adiposo blogueiro, este sim, tem idéia fixa com Isaias. Isaías que ele comparou a Almir Moreira, que hoje é o maior dos amigos e um exemplo a ser seguido... Vá entender...

"Tão pouco tempo e ele nem se lembra que era só elogios a Levi e Gomes e agora os considera as piores pessoas do mundo por conta dos mesmos não terem acompanhado a candidata de Isaías."

Dr. Levi, por muito tempo, foi fonte de admiração para mim, não nego. Mas está enganado quanto a Gomes, pois só o conhecia de "ouvi falar". Mas mesmo pessoas admiráveis caem em descrédito quando usam da política em benefício próprio... A admiração é algo que além de ser conquistada, precisa ser mantida. Difícil admirar Levi, que conhecia bem, depois de suas últimas atitudes. Quanto a Gomes, por não conhecê-lo, não tive surpresas.

"Mas este radicalismo é só jogo de cena. Se não fosse o veto de Magno, o sogro do herói teria colocado a esposa do Ernani como Secretária de Educação de Danúbia. Acompanhei as negociações. Talvez o ódio tenha aumentado porque não deu certo a cooptação."

Mais uma vez, a voz alugada de Magno Bacelar se engana... Quando houve esse boato eu e Lívia fomos os primeiros a nos posicionar em sentido contrário. Ao contrário de você, Alexandre, nosso posicionamento não é negociável.

"Ele tira licença do posto de trabalho na prefeitura e seu falso moralismo segue desmascarado pela doença para o serviço público em contraste com a saúde de ferro do consultório privado."

Quanto a isso, esclareço: Tenho bursite em atestado por dois competentes médicos. Além disso, por estar envolvido em política e ter que lidar com toda sorte de canalhas, para me preservar, tirei licença-prêmio, que tenho direito como funcionário público concursado, e férias. Meu atendimento em consultório particular é na parte de ortodontia, que não exige esforço maior da articulação do ombro.

"Até as práticas contra as quais diz se insurgir, ele se utiliza. E não é que o doutor da ética declarou ter comprado o terreno da casa em que mora da mão do “conspícuo” Janilton Aranha, antigo responsável pelo setor de aforamento da prefeitura entre os governos de Isaías e Magno. Pois é... aquele que censura tudo, acha normal fazer corretagem “chapa branca” e usa o negócio com Janilton pra tentar escapar da reintegração de posse com que a UFMA tenta reaver sua área invadida."

Sim, Alexandre, comprei um terreno do Sr. Janilton, pois era meu paciente na época e o tinha como pessoa responsável, pois não sabia do seu passado. Esse terreno foi pago e todo trâmite correu a contento e com a documentação da Prefeitura. Parece que você faltou muitas aulas de Direito para comer em pizzarias, pois é sabido até por não-advogados que qualquer pessoa, independentemente de ser funcionário de prefeitura, pode comprar e vender terrenos. Essa foi a resposta que te dei e você não publicou por conveniência. Estude um pouquinho mais e tente fazer seu Exame da Ordem, antes de dar pareceres jurídicos, já que você não tem competência para tal. E para esclarecer, o terreno por mim comprado, felizmente, não está dentro da propriedade da UFMA, como ficou comprovado no processo. Tente ler o processo, mas de já aviso: existem muitos termos jurídicos nele que possivelmente irão além da sua compreensão. Tente relatar sobre o terreno que Magno doou, dentro da UFMA, para uma associação de moradores para angariar votos no local...



O que ficou evidente é que o escudeiro de Magno Bacelar ficou raivoso ao ter um espelho colocado na sua frente (leia aqui), onde suas convicções e suposta ética sucumbiram em troca de um emprego menor. Que credibilidade tem uma pessoa dessas?


Dr. Ernani Maia
(Cirurgião-Dentista)




N. do Adm. - Deseja publicar seu texto em nosso blog? Basta enviá-lo a partir do menu Contato (no alto da página) ou diretamente de seu email para chapadinhaonline@live.com
logoblog
Comentários
0 Comentários

0 comentários: