28 de set de 2012

"O Touro Mais Famoso da Chapada" (Anônimo)


O touro mais famoso da Chapada acusou o golpe. Doeu a ferroada que lhe deram bem no seco da testa. Ao sentir cheiro de sangue e chifre queimado, o garrote manso deu um urro estranho, arrebentou a porteira e saiu desembestado pelo pasto. Ôôôô! Quieto, boizinho! Êêêê, boi!

É divertido ver esse novilho assim: andando a esmo, sapateando na arena, metendo coice no vento, soltando baba e fungando feito animal de grande porte. Por que tanto alvoroço? É o desespero. O boizinho já sabe que está indo para o sacrifício. No dia 07 de outubro, tanto ele como seu amo - e toda a manada do candidato ficha suja - vão para o matadouro. Não adianta estrebuchar. É a sina de todo zebu.

Depois disso, ele retornará ao seu estado natural. Voltará a ser um simples protozoário; um réptil rastejante que muda de ideologia de acordo com a coloração partidária do manda chuva de plantão. Mas será que irá definitivamente para a lata de lixo da história? É o mais provável. A não ser que o garrote ofereça seus dotes novamente aos mandatários da vez, como fazem as quengas do baixo meretrício.

O problema é que o tempo tem sido implacável com o zebu. Ninguém mais se interessa pelos seus "serviços". Suas idéias envelheceram junto com ele. Estão flácidas e murchas como os seios de uma velhota contrabandista. O único lugar onde o garrote ainda encontra eco é no maior Bordel da Chapada, onde a palavra "Vossa Excelência" pode ser substituída por "asno" e "pilantra" que não sofre nenhum prejuízo.

Mas é até compreensível toda essa gritaria do touro manso. Se até J. Cristo pediu a Deus para livrá-lo do martírio, por que um simples garrote não o faria? Aliás, o novilho gosta de se passar por bom samaritano. Pena que se esqueceu do sétimo mandamento quando esteve no INSS.

Não fique triste, boizinho caipira! Você pode não ser político, nem intelectual, animal decente, mas já é, sem dúvida alguma, o touro mais famoso da cidade. Descanse em paz, touro manso!

(Comentário recebido anonimamente)



N. do Adm. - Deseja publicar seu texto em nosso blog? Basta enviá-lo a partir do menu Contato (no alto da página) ou diretamente de seu email para chapadinhaonline@live.com
Comentários
0 Comentários

0 comentários: