Dois operários de uma prestadora de serviços morreram em um acidente no canteiro de obras da Suzano Papel e Celulose, sito às margens da Estrada do Arroz, zona rural de Imperatriz-MA. Outros ficaram feridos e há relatos de que mais uma pessoa morreu a caminho do hospital, mas a assessoria da Suzano não confirmou a informação.

Segundo operários, o acidente se deu por volta das 10h30 desta sexta-feira (21), quando uma viga de ferro que estava sendo erguida por um guindaste, numa estrutura metálica chamada de caldeira, caiu sobre alguns trabalhadores. Cinco deles, segundo a versão oficial.

Morreram na hora Gilmar Pereira Norberto, 26 anos, natural de Pinheiro-MA (foto da esquerda), e Jorleande Pereira, 31 anos, de São Luís, ambos funcionários da empresa Irmãos Passaúra, prestadora de serviços contratada pela Metso para a montagem da estrutura metálica, segundo informou a Suzano. As famílias das vítimas foram avisadas pouco depois do sinistro.


Estiveram no local representantes do Ministério do Trabalho, do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, do Corpo de Bombeiros, do Instituto de Criminalística (Icrim) e do Instituto Médico Legal (IML).

Alguns jornalistas também se dirigiram ao local, mas foram impedidos de entrar e até mesmo permanecer em frente ao portão. Eles descobriram depois que um portão alternativo havia sido aberto no lado oposto, possivelmente para cercear o trabalho da imprensa.

O resgate dos corpos se deu em uma operação delicada, vez que ficaram presos a 56 metros de altura. Eles foram trasferidos para o IML no início da noite para serem periciados, antes de liberados aos familiares.

Até agora, a Suzano e a empresa contratada divulgaram uma nota cada, lamentando o fato. Não há qualquer sinalização sobre convoção de entrevista para explicar detalhes do ocorrido ou os procedimentos de segurança que foram tomados.


logoblog
Comentários
0 Comentários

0 comentários: