18/07/2012

A Política de Pão e Circo (por Josealdo Silva)

Josealdo Silva
Ao estudarmos a história política percebemos que a maneira de fazer política continua a mesma, só que com outras roupagens. Basta nos lembrarmos de Roma no século I d.C. para constatarmos a semelhança com a política dos dias atuais.

A Roma do século I d.C. era uma cidade enorme, cerca de meio milhão de habitantes, e tinha como principais diversões as corridas de biga (antigos carros romanos de 2 ou 4 rodas, puxados por cavalos) e as lutas entre gladiadores. Geralmente esses espetáculos, que eram patrocinados pelo governo ou por ricos senhores, e eram de acesso gratuito, ofereciam uma brutalidade muito grande. Durante os jogos distribuíam-se pães aos romanos ociosos, esse era um meio de desviar a atenção dos problemas que assolavam Roma; essa política de jogos comemorativos e com distribuição de trigo ficou conhecida como "Política de Pão e Circo". Hoje essa política ainda continua, mudando apenas o figurino, mas a essência é a mesma. Os gladiadores foram substituídos por grandes eventos e mega shows, já o pão foi substituído por peixes, o que não é o milagre da multiplicação. Essa ferramenta tem como objetivo e finalidade anestesiar a consciência coletiva.

Convém observar que essas ferramentas políticas (Politicagem) têm como auxiliadores os meios de comunicação, que servem às estratégias de lavagem cerebral para massificar junto à opinião pública a imagem de predestinado o senhor da verdade absoluta. Mais uma vez, é bom refrescar a memória... Durante a Segunda Guerra Mundial, essa ferramenta foi de extrema importância para a ascensão do líder nazista Adolf Hitler, que tinha como discípulo o ministro da propaganda, Goebbel, que imortalizou a frase: Uma mentira dita cem vezes se torna verdade. Já dizia o sábio Salomão em seu livro de provérbios: Nada há de novo debaixo do sol.

Quero aqui finalizar com uma frase do filósofo Adam Smith: A riqueza de uma nação mede-se pela riqueza do povo, não pela dos príncipes ou políticos.


Josealdo Sousa Silva
(Filósofo)




N. do A. - Deseja publicar seu texto em nosso blog? Basta enviá-lo a partir do menu "Contato" (no alto da página) ou diretamente para o email chapadinhaonline@live.com
Comentários
0 Comentários