23/06/2012

Irmão Gomes X Ernani Maia: A Tréplica

Dr. Ernani Maia
Depois de vasculhar na memória discursos de alguns integrantes da política local e expô-los, alguns se sentiram ofendidos pela crueza da realidade. Ao invés de ofenderem-se, deveriam antes se envergonhar, pois a contradição de suas próprias palavras é o que enfrentam em meus textos. O Irmão Gomes fez uma réplica com tentativas de intimidação, semelhante a seu discurso, que agora responderei. No formato pingue-pongue, o texto dele está em vermelho e o meu, em preto. Vamos lá...

Em primeiro lugar sua opinião de cirurgião-dentista (já que é assim que se identifica) será sempre respeitada, mesmo sendo contra a minha posição política. Desde que não insulte minha vida pessoal, sou evangélico sim, e sou chamado de irmão pelos meus irmãos de crença. Respeite isso. Não faça ironia em cima da minha convicção religiosa.

Irmão Gomes
Meu caro Irmão Gomes, sou cirurgião-dentista por profissão, mas esta é apenas uma pequena parcela dos meus talentos. Respeito todas as crenças religiosas, do candomblé ao budismo. Não vi em meu texto nada de desrespeitoso. Você é conhecido politicamente como Irmão Gomes, e não só religiosamente.

Eu estaria aberto para uma possível discussão política se estivesse lindando com um político. O que não é o caso. E lhe garanto que não entendo nada de consultório dentário para que chegássemos a uma discussão nivelada. Ou a gente fala de política ou a gente fala de profissão, religião e outros.

A política é um bem social e não apenas uma mercadoria na mão de partidários que se dizem donos dela. Logo, como integrante da sociedade, todos somos políticos. Lamento que você pense que pode se apoderar da política e discuti-la apenas com os antigos caciques municipais. Portanto, discorro sobre política niveladamente com qualquer pessoa, a não ser que, assim como um Hitler político, você acredite que é um ser superior.

Atualmente não lhe conheço no cenário político de Chapadinha, não sei o que quer, o que defende, e muito menos você me conhece no seu meio profissional. Portanto, não use esse grande meio de comunicação que é a internet para dar sua opinião sobre o Irmão Gomes sob risco de responder por cada virgula escrita. Sou político e muito homem para não deixar ninguém me difamar, ainda mais quem não tem motivo pra isso.

Não sou o político partidário de carteirinha, se quer saber, mas participo da política como qualquer cidadão. Defendo Chapadinha. Quero que todos possam criar seus filhos nesta cidade e não se preocupar quando eles adoecem, dentre outras coisas. Acho muito interessante quando você fala de si na terceira pessoa... Na democracia em que vivemos, minha opinião é livre e a darei sempre que achar conveniente. Sou responsável por ela e essa tentativa de intimidação não funciona comigo. Ao contrário, sinto-me estimulado.

Sou politico porque há 12 anos sou presidente do PSB em Chapadinha, estive a disposição do meu partido diversas vezes como candidato a deputado estadual, federal e a vice-prefeito em eleições anteriores e em todas elas mantive minha posição firme no grupo em que estava. Isso ninguém apaga. Eu e meu grupo honraremos nossa posição enquanto houver respeito, não havendo, decidiremos o que fazer. Política é isso.

Não tenho partido, mas sou um agente político. Meu partido são minhas idéias, ética e honestidade. Sou coerente comigo e a mim devo satisfações, não a grupos. Meus princípios estão a serviço da coletividade e não da individualidade. Com relação a honrar sua posição enquanto houver respeito, você ofendeu-se com uma crítica, mas não foi capaz de indignar-se com Magno Bacelar, que o chamou de "boi xoxo" em cima de um palanque. Se política é isso, tenho pena dos políticos...

Gostaria muito de lhe ver defendendo suas convicções e opiniões em cima de um palanque e não atrás de um computador. Talvez desse um bom candidato se tivesse coragem. Atrás de um computador fica muito fácil dizer o pensa. Convido você a encarar o povo de Chapadinha de frente como eu e os outros políticos enfrentamos. Transforme-se num politico real e não digital.

Não sou candidato e nem tenho pretensões de ser. Mas se tiver oportunidade, verás que em cima de um palanque, sou tão bom quanto atrás de um teclado. Coragem nunca me faltou na vida.

Pra você que esta tentando entrar agora no cenário político de Chapadinha, desrespeitando e criticando as pessoas no intuito de ser visto pelo grupo de oposição, fica a dica: Se você conseguir defender suas composições, opiniões, ideologias e convicções em cima de um palanque, vai deixar mais gente lhe esperando de boca aberta do que no seu consultório.

Tenho respeito por todos, embora a maioria dos políticos não tenha respeito próprio, pois pervertem seu discurso de acordo com as conveniências pessoais. Todos estamos sujeitos a críticas, e elas nos mostram no que melhorar. Sei fazer críticas e sei recebê-las sem intransigência. Como falei acima, verás que em cima de um palanque, posso surpreender mais do que velhas múmias políticas.


Dr. Ernani Maia
(Cirurgião-Dentista)




N. do A. - Deseja publicar seu texto em nosso blog? Basta enviá-lo a partir do menu "Contato" (no alto da página) ou diretamente para o email chapadinhaonline@live.com
Comentários
3 Comentários