Segundo informações, os vereadores de Chapadinha estariam se organizando para aprovar as contas irregulares de Magno Bacelar reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), referentes a 2005, quando ele era prefeito.

Tais contas foram analisadas e reprovadas pela corte em 2009, ocasião em que foram constatadas "infrações a normas legais e regulamentares de natureza contábil, orçamentária, operacional e financeira", dentre as quais ausência e fraude em licitações, desvio de verbas federais e obras e reformas fantasmas.

Comenta-se que o deputado (não eleito) estaria pretendendo sair candidato a prefeito de Chapadinha no lugar de Danúbia e tal aprovação de contas o tornaria - magicamente! - um candidato ficha-limpa. Não sei de onde os governi$tas tiram essas ideias, mas o caso é muito mais grave do parece... para os vereadores.

Caso aprovassem contas comprovadamente irregulares, nas quais o desvio de dinheiro público é explícito, eles assumiriam (finalmente) que estão na Câmara para trabalhar contra o povo, uma vez que o dinheiro desviado era meu, era seu, era NOSSO.

O julgamento da roubalheira estaria marcado para a sessão desta quinta-feira (21), mas não se surpreendam se nossos nobres vereadores adiarem a deliberação para outra data, de modo que ela ocorra longe dos olhos da vítima, ou seja, da população.

Segue abaixo o acórdão do TCE que reprovou as contas do "ficha-limpa" (clique para ampliar):


logoblog
Comentários
2 Comentários