Redação: Eduardo Júlio
Hilton Ponte

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Chapadinha ajuizou, em 8 de maio, Ação Civil Pública de execução forçada contra o presidente do Instituto de Previdência e Aposentadoria de Chapadinha (IPC), Hilton Portela da Ponte. O executado deve à Fazenda Estadual multa no valor de R$ 5.579,36, conforme decisão Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O Ministério Público do Maranhão solicitou o pagamento da dívida no prazo de 24 horas. A penalidade foi aplicada em razão de irregularidades constatadas numa aposentadoria concedida pela referida instituição previdenciária.

Propôs a ação o promotor de Justiça Douglas Assunção Nojosa. O município de Chapadinha fica localizado a 246km de São Luís.

Fonte: CCOM-MPMA / Imagem por Sousa Neto

logoblog
Comentários
0 Comentários