Por Luís Cardoso:


É complicada a situação da prefeita de Chapadinha, Danúbia Carneiro, para a sua própria sucessão. Todas as pesquisas apontam altos índices de reprovação da sua gestão e indicam menos ainda seu retorno ao cargo pelo voto popular.

Mas o vice-lider do governo, Magno Bacelar, aliado da prefeita, que de tolo só tem o andar, mesmo assim de carioca, arma-se para convencer Danúbia que a única e última solução é o nome dele para evitar uma derrota.

Neste caso, como bom carneiro, Danúbia não deve berrar e aceitar Bacelar como candidato. Melhor perder os anéis do que os dedos. Mas tem sido difícil para a prefeita jogar ao chão os anéis e ficar com os polegares vazios.

O blog teve acesso ao menos quatro pesquisas de institutos diversos. Em nenhum deles os resultados da consulta são favoráveis a que a prefeita prossiga sua administração depois deste 2012.

No item reprovação, a gestão quase chega ao céu: mais de 70% não aprovam a administração. Bacelar de tudo sabia, mas fingia-se de morto. Agora, pela liderança que ainda tem no município, a única salvação do grupo será ele próprio.

Do outro lado, da oposição, o clima é de maré mansa e de boa ventania. Se a oposição marchar unida (já foi eliminda a terceira via), vai ficar tudo beleza, ou melhor, belezinha.



N. do A. - Há muito comenta-se em Chapadinha que, em razão da iminente derrota de Danúbia Carneiro, Magno Bacelar poderia lançar-se candidato a prefeito em 2012. O roteiro do engodo seria o seguinte: como o suplente de deputado encontra-se INELEGÍVEL por conta de duas condenações no Tribunal de Contas da União (leia aqui), dentre outras, ele protagonizaria a campanha até o último segundo, para então conferir a candidatura à atual prefeita. Desta forma (segundo eles), muitos votariam em Danúbia pensando estar votando em Magno e ela poderia vencer as eleições. Nossa cidade, coitada, continuaria sob a mesma administração desastrosa, graças ao plano (supostamente) "nota 10".

No entanto, muita água ainda vai rolar até que os candidatos sejam escolhidos. Magno, "que de tolo só tem o andar", também estaria estudando substituir Danúbia por alguém de sua própria família, em vez de usar do estratagema acima. É esperar para ver...

logoblog
Comentários
3 Comentários