Os insultos trocados pelos deputados Magno Bacelar e Marcos Caldas na sessão do dia 11 de abril foram destaque na imprensa estadual. Tudo se deu por conta da visita de Caldas, como governador interino, a Chapadinha, no sábado de aleluia.

A sessão transcorria serena até o momento em que Magno pediu um aparte no pronunciamento de Marcos Caldas, o qual foi concedido por este e utilizado por Magno para extravasar toda a sua revolta em ter visto o "Play" ocupando o cargo de governador, apoiando a oposição de Chapadinha e, ainda por cima, "espalhando" que ele não havia sido eleito (como se todos em Chapadinha não soubessem...).

Os dois começaram de "mansinho" e foram aumentando o tom... Em dado momento, Caldas disse a Magno: "V.Exª ficou na suplência e assumiu uma vaga, que quando os deputados voltarem, V. Exª vai ter que botar o rabo entre as pernas e voltar para a sua cidade, que você não foi eleito".

Observem que, durante suas lamúrias, Bacelar diz ser contra "utilizar uma estrutura do Estado do Maranhão, utilizar dois helicópteros, a polícia para visitar [correligionários]". Isto mesmo, senhores: o mesmo Bacelar que virou chacota nacional por defender Sarney quando este usou um helicóptero da Polícia Militar para passear (leia aqui), disse ser contra o "mau-uso do aparato do estado"... É mole ou quer mais?

Antes, havíamos postado a transcrição do debate, mas uma matéria do programa 'Maranhão TV' sobre o caso já está rolando na internet. Confiram:


Editado em 23/04/12 - Fonte: MATV25Anos

logoblog
Comentários
0 Comentários