Após o deputado Marcos Caldas (foto) ter assumido provisoriamente o Governo do Estado, a revista 'Isto É' publicou matéria discorrendo sobre sua "ficha suja", afirmando, dentre outras coisas, que a Polícia Federal (PF) o havia convocado para depor no caso da morte da jovem Fernanda Lages (leia aqui).

Nesta segunda (16), Caldas divulgou uma certidão emitida pela PF desmentindo tal convocação (veja aqui). A jornalista responsável pelo artigo já havia se equivocado, também, no período em que o deputado ocupou o cargo de Governador. Com mais essa certidão, Caldas ganhou mais um ponto em sua defesa.

Não, este texto não tem a pretensão de defender ninguém, mas de evidenciar o quanto nosso estado vai de mal a pior no que diz respeito aos nossos "representantes". Afinal, o nome de Caldas não apareceu à toa nessa história: ele ganhou a alcunha de "Play" em razão de ser adepto - assim como a maioria de seus colegas - de farras, ou "baladas"... Junte-se a isto alguns dados divulgados na mídia ligando o deputado a uma amiga da jovem assassinada, conhecida por promover orgias entre universitárias e figurões da política e - voilà - um prato cheio para especulações sobre a vida noturna do "Play".

Clique para ampliar
Vez ou outra, outro deputado maranhense costuma despontar no cenário nacional: Magno Bacelar. Dentre outras proezas, Magno já conseguiu ser satirizado pela MTV por conta da pérola "Vocês queriam que ele fosse de jumento?"; foi chamado de péla-saco no Rock in Rio (2011) e, recentemente, ganhou a alcunha de Magno "Bajular", em Chapadinha, devido ao "exacerbado apreço" que dedica à família Sarney, a quem deve o cargo de deputado, uma vez que não conseguiu se eleger.

Por fim, TODOS OS DEPUTADOS MARANHENSES tiveram seus "quinze minutos de fama" por conta da reportagem do Fantástico sobre o número de 'salários extras' que recebiam, os quais, após a denúncia, foram reduzidos a "apenas 15"...

E agora, será que nossos "representantes" aprenderam a lição? Aposto um braço que, depois de tantos escândalos, Magno continuará "Bajular" (fingindo-se "Nota 10"), Marcos continuará "Play", e o Maranhão continuará carente de deputados mais compromissados com a população, mas cheios de apelidos engraçadinhos...

logoblog
Comentários
0 Comentários