Josealdo Sousa Silva
A cada dia que passa nos aproximamos mais das eleições. E por isso é comum ouvirmos conversas diárias sobre política. Muitas vezes usam a palavra "política" em vários sentidos. Por exemplo, para alguém muito intransigente, aconselhamos ser mais "político"; nos referimos também a "política" das empresas, da escola ou da igreja, como expressões da estrutura de poder interno.

Há também um sentido pejorativo de política, quando pessoas desencantadas, devido às notícias de corrupção e violência, associam indevidamente "a política e a politicagem", esta última, falsa política em que predominam os interesses particulares sobre o coletivo. Afinal, o que é a política e de que trata a política?

A palavra política é de origem grega derivada de "polis" que diz respeito "a cidade"; segundo Aurelio Buargue de Holanda Ferreira, a palavra política, substantivo feminino, é a arte e a ciência de bem governar, administrar, dirigir uma nação ou destino de uma cidade.

Mas em que consiste a política é outro problema, pois, se acompanharmos o movimento da história, veremos que essa definição toma nuanças as mais diferentes conforme a época, assim variam as expectativas a respeito de como deve ser a ação do político.

Agora sim, gostaria de ater-me às palavras política e politicalha, gostaria de citar Ruy Barbosa, pois, segundo ele, a política afina o espírito humano, educa os povos no conhecimento de si mesmo, desenvolve nos indivíduos a atividade, a coragem, a nobreza, a previsão, a energia, cria, apura e eleva o merecimento. Não é esse jogo da intriga, da inveja e da incapacidade que entre nós se deu a alcunha de politicagem. Essa palavra não traduz ainda todo o desprezo do objeto significado. Não há duvida que rima bem com criadagem e parolagem, afilhadagem e ladroagem. Quem lhe dará com o batismo adequado? Politiquice? Politiquismo? Politicaria? Politicalha? Neste ultimo, sim, o sufixo pejorativo queima como Ferrete, e desperta ao ouvido uma consonância eluciativa.

Política e politicalha não se confundem, não se parecem, não se relacionam uma com a outra, antes se negam, se excluem, se repulsam. A política é a arte de gerir o estado segundo princípios definidos, regras morais, leis escritas, tradições respeitáveis. A politicalha é a industria de explorar o beneficio de interesse pessoais. Constitui a política uma função ou um conjunto das funções do organismo nacional, é o exercício normal da força de uma nação consciente e senhora de si mesma. A politicalha, pelo contrario, é o envenenamento crônico dos povos negligentes e viciosos pela contaminação de parasitas inexoráveis. A política é a higiene dos países moralmente sadios. A politicalha, a malária dos povos de moralidade estragada.


Josealdo Sousa Silva



N. do A. - Deseja publicar seu texto em nosso blog? Basta enviá-lo a partir do menu "Contato" (no alto da página) ou diretamente para o email chapadinhaonline@live.com
logoblog
Comentários
0 Comentários