Em julgamento realizado no dia 08 de março, no prédio do Fórum de Arari, o réu Antônio George Pinto foi condenado a nove anos e dez meses de reclusão, em regime fechado, pelo assassinato de Luis Carlos Silva Pereira, com uma facada no lado esquerdo do pescoço.

De grande repercussão em Arari (a 162km de São Luís), o crime ocorreu no dia 24 de agosto de 2003, no centro da cidade, e teria sido motivado por uma discussão em um jogo de futebol. Os promotores de Justiça Sílvia Menezes de Miranda e Carlos Róstão Martins Freitas, titulares das Comarcas de Arari e Grajaú, respectivamente, defenderam a tese do homicídio simples, que foi aceita pelo júri.

Antônio George Pinto fugiu após cometer o crime, sendo preso na cidade de São Paulo, após ter sido reconhecido no extinto programa Linha Direta, da Rede Globo de Televisão, que divulgou o fato criminoso.

O Tribunal do Júri foi presidido pelo juiz Gladiston Luiz Nascimento Cutrim.

Fonte: CCOM-MPMA

logoblog
Comentários
0 Comentários