17 de fev de 2012

São Benedito: Jovem morre em acidente no Cadete (fotos) e bandidos assaltam Correios

Acidente com morte no Cadete


Um grave acidente ocorrido na madrugada desta quinta (16) tirou a vida de Bruno Lima de Sousa (foto), 23 anos. Bruno residia na Rua da Bomba, Trizidela.

Segundo o relatório da Polícia Militar, o sinistro teria ocorrido por volta das 04h00, próximo ao povoado Cadete. Um passageiro do veículo envolvido disse que a vítima vinha conduzindo uma moto em alta velocidade, em sentido contrário ao do carro, quando se chocou com o mesmo em uma curva e foi parar vários metros depois. O choque foi tão intenso que o jovem teve uma das pernas "arrancada", na altura da panturrilha.

Ele teria chegado vivo no hospital Cassyana Sousa Magalhães, mas não resistiu aos ferimentos. O veículo era conduzido por Manoel Artagnan Araújo Costa, morador de Urbano Santos. Aos profissionais de medicina e açougueiros de plantão, postamos duas imagens do estado em que ficou a perna da vítima. Visualize-as, por sua conta e risco, aqui e aqui.

Assalto aos Correios

O assalto à agência dos Correios de São Benedito ocorrido em dezembro de 2010 deixou a cidade aterrorizada, vez que os bandidos chegaram, permaneceram e fugiram atirando para todos os lados, principalmente em direção à delegacia local. Um verdadeiro milagre não ter havido nenhuma vítima fatal.

Nesta quinta-feira (16), uma quadrilha agiu diferente: por volta do meio dia, os criminosos renderam o gerente da agência enquanto este se dirigia ao local onde almoça, o obrigaram a retornar à agência, efetuaram o roubo e fugiram levando o mesmo como refém. Por fim, o abandonaram próximo ao povoado Placas, amarrado e vestido apenas com a roupa de baixo, segundo testemunhas.

A ação dos criminosos foi tão sutil que a população só tomou conhecimento do crime horas depois de ocorrido, tal qual as polícias das cidades vizinhas.

Um PM nos relatou que falta "comunicação" entre as polícias da região. Caso existisse, criminosos não conseguiriam fugir com tanta facilidade.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: