Diante da iminente derrota nas próximas eleições (a 2ª consecutiva, ressalte-se), os atuais ge$tores de Chapadinha-MA parecem já ter definido sua estratégia para reverter o quadro: destroçar a reputação da "provável vencedora", a pré-candidata Ducilene Pontes, mais conhecida como Belezinha.

Subestimando a inteligência do povo, eles iniciaram uma campanha difamatória contra a empresária, mas por meio de blogs da capital, para não "dar na vista". Os blogueiros locais pagos pela prefeitura se encarregariam apenas de reproduzir ou comentar as "notícias".

Foi assim que o mais péla-saco deles - mais uma vez - escancarou sua $ervidão. Quando um de seus colegas publicou um factoide sobre um pastor local, ele o chamou de "desinformado" e "mentiroso". Já quando esse mesmo colega publicou outro factoide difamando Belezinha, o péla-saco afirmou que ele "sabia do que estava falando".

Foi por isso que o vereador Emerson Aguiar, vice-líder desse (des)governo na Câmara, resolveu soltar os cachorros contra a empresária, sua ex-cônjuge, também em um blog da capital. Recomendo ao edil conferir os comentários deixados na tal matéria, para ver se a estratégia logrou êxito. Aliás, para que fique mais claro para ele, ressalto que utilizei o termo "conferir" no sentido de "ver" e não "contar".

E é assim que algumas pessoas, por pura ganância, estão tentando sujar a imagem de uma senhora respeitada na cidade. Sua pré-candidatura, aprovada pela maioria da população, agora virou "laranja". Sua idoneidade foi contestada. Seu empreendedorismo, de uma hora para outra, virou "trabalhar no ramo da sacanagem". E sua vida íntima foi ameaçada de ser exposta, em uma tentativa covarde de evitar que ela tome as medidas judiciais contra seus algozes.

Em suma, os governi$tas assumiram de vez seu desespero. Ao contrário das críticas justificadas que recebem diariamente de todas as pessoas e meios não ligados à administração, resolveram atacar a (provável) adversária da maneira mais vil possível. Não imaginam eles que o tiro pode sair pela culatra, tal qual está indicando o andar da carruagem...

Aos autores desses factoides e aos encarregados de divulgá-los (ou reproduzi-los), esclareço que, caso processados e condenados, correm o risco de ter suas penas aumentadas pelo disposto no Art. 141 do Código Penal, parágrafo único:

"Se o crime é cometido mediante paga ou promessa de recompensa,
aplica-se a pena em dobro."



PS: Por causa da mesma "brincadeirinha", Magno Bacelar está fazendo de tudo para entrar em acordo com Dr. Jamil Aguiar e não perder um apartamento na capital. Em breve, mais notícias sobre o caso...
logoblog
Comentários
8 Comentários