De acordo com informações fornecidas pelo gerente de operações da Suzano São Paulo, Marcos Stolf, em reunião com autoridades do município de Urbano Santos, Chapadinha está praticamente selecionada para receber, a partir de fevereiro, 1 ou 2 linhas de produção de pellets. Na ocasião, estavam presentes, além dos representantes da Suzano, o prefeito de Urbano Santos, Aldenir Santana, o presidente da Câmara, Gerardo Amélio, o secretário de Saúde, Hérlon Costa, os vereadores Prof. Raimundo, Ariston e Claudete, dentre outros (foto).


Na reunião, realizada no dia 30 de novembro, no escritório da Suzano em Urbano Santos, Marcos Stolf informou que Chapadinha apresentou vantagens em relação a U.S. para sediar a instalação da referida fábrica. Tais vantagens seriam exclusivamente de origem técnico-operacionais: a fábrica ficaria 40 km mais próxima do porto do Itaqui, em São Luís-Ma; mais centralizada em relação às áreas de plantio, que poderão se estender a Anapurus, Mata Roma e Santa Quitéria, além das já existentes em Urbano Santos; e o escoamento da produção se tornaria mais fácil, uma vez que evitaria que grandes carretas trafegassem em uma rodovia de menor estrutura, como a que liga Urbano Santos à BR-222 (no povoado Placas).

Além dos motivos enumerados pelo gerente de operações da Suzano, existem outros que contaram - e muito! - para que a empresa escolhesse nossa região, dentre os quais podemos destacar "mão-de-obra e terrenos a preço de banana", principais motivos da explosão da sojicultura gaúcha nas redondezas.

Por fim, quando os senhores ouvirem uma certa dupla de criminosos se gabando que foram ele$ quem trouxeram a Suzano para Chapadinha - o que vai acontecer muito até outubro vindouro - respondam à altura com um singelo, porém sonoro, "cala a boca!"





Artigo relacionado:
logoblog
Comentários
2 Comentários