06/12/2011

Suzano explica porque Chapadinha foi escolhida para sediar fábrica de pellets

De acordo com informações fornecidas pelo gerente de operações da Suzano São Paulo, Marcos Stolf, em reunião com autoridades do município de Urbano Santos, Chapadinha está praticamente selecionada para receber, a partir de fevereiro, 1 ou 2 linhas de produção de pellets. Na ocasião, estavam presentes, além dos representantes da Suzano, o prefeito de Urbano Santos, Aldenir Santana, o presidente da Câmara, Gerardo Amélio, o secretário de Saúde, Hérlon Costa, os vereadores Prof. Raimundo, Ariston e Claudete, dentre outros (foto).


Na reunião, realizada no dia 30 de novembro, no escritório da Suzano em Urbano Santos, Marcos Stolf informou que Chapadinha apresentou vantagens em relação a U.S. para sediar a instalação da referida fábrica. Tais vantagens seriam exclusivamente de origem técnico-operacionais: a fábrica ficaria 40 km mais próxima do porto do Itaqui, em São Luís-Ma; mais centralizada em relação às áreas de plantio, que poderão se estender a Anapurus, Mata Roma e Santa Quitéria, além das já existentes em Urbano Santos; e o escoamento da produção se tornaria mais fácil, uma vez que evitaria que grandes carretas trafegassem em uma rodovia de menor estrutura, como a que liga Urbano Santos à BR-222 (no povoado Placas).

Além dos motivos enumerados pelo gerente de operações da Suzano, existem outros que contaram - e muito! - para que a empresa escolhesse nossa região, dentre os quais podemos destacar "mão-de-obra e terrenos a preço de banana", principais motivos da explosão da sojicultura gaúcha nas redondezas.

Por fim, quando os senhores ouvirem uma certa dupla de criminosos se gabando que foram ele$ quem trouxeram a Suzano para Chapadinha - o que vai acontecer muito até outubro vindouro - respondam à altura com um singelo, porém sonoro, "cala a boca!"





Artigo relacionado:
logoblog
Comentários
2 Comentários
2 comentários:
ELDEVAN LOBO disse...

veja essa também http://navedle.blogspot.com/2011/12/o-deserto-verde-eucalipto.html

Anônimo disse...

Muito Bom. É o desenvolvimento chegando. O MA poderia ter mais dez dessas fábricas. A Nova Zelândia usa mais de 1,7 milhão de hc com florestas eucalipto e ganha muito $$ com isso, e o MA só usa uns 300 mil. Melhor trabalhar numa fábrica dessas do que viver catando coquinho e plantando mandioca pra fazer farinha.

Postar um comentário

OBS: Comentários com termos chulos e/ou ofensas à honra alheia serão deletados.