O Facebook divulgou, pela primeira vez, como controla e rastreia os dados de seus usuários. Arturo Bejar, diretor de engenharia da rede social; Andrew Noyes e Barry Schnitt, porta-vozes; e Gregg Stefancik, gerente de engenharia, concederam uma entrevista ao jornal Usa Today.

Segundo a reportagem, a rede social de Mark Zuckerberg não rastreia todos os seus usuários da mesma maneira, ela usa diferentes métodos para os internautas que estão logados e os que não estão, e pode, inclusive, registrar as páginas que estes acessaram nos últimos três meses.

O Facebook utilizaria dois cookies para "seguir" os internautas. Cookies são recursos que guardam informações no computador para que as páginas possam recordar determinadas informações, como preferências e logins. Caso o internauta acesse uma página do Face, mas não faça o login, um cookie é acionado e coleta dados do computador. Se o usuário acessa uma conta, o site introduz mais um cookie, responsável por coletar informações sobre o e-mail, nome completo, preferências e amigos do usuário, bem como registrar o uso do botão "Curtir", por exemplo. Até aqui a "espionagem" é tolerável, haja vista que sites análogos costumam registrar tais atividades dos usuários. No entanto, o Facebook vai além: uma vez logado, o usuário tem registradas todas as suas visitas a outras páginas, de terceiros.

Lógico que o Face não é o único site a coletar dados sem o consentimento do usuário. E é por isso que a recomendação é sempre a mesma: termos cuidado com o que acessamos, compartilhamos e/ou propagamos na internet, haja vista que, na maioria das vezes, nós é que estamos sendo (de certa forma) "acessados".





Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
2 Comentários