[ Divulgue nossa festa: Clique para ampliar, faça o download, compartilhe! ]

Festas nunca são demais, mas, como divulgamos em julho (por ocasião do festival de férias municipal), "são para quem pode - e nós não estamos podendo!"

Graças às eleições municipais do ano que vem, praticamente todos os prefeitos brasileiros tiveram a mesma ideia: encerrar 2011 com uma festinha para os eleitores (e não para o povo, como dizem).

E quando um gestor não tem o costume de festejar o reveillon e ainda carrega nas costas um histórico de total abandono do município, cuja população não dispõe sequer do direito à vida, haja vista que os serviços públicos de saúde praticamente não existem? Nesse caso, configura-se um "Pão & Circo", ou seja, um evento regado a show (o circo) e, geralmente, prêmios (o pão), realizado tão somente para desviar a atenção do povo do descaso que vem sofrendo por parte dos governantes e, no caso em tela, vender a "imagem do governo" que servirá de alicerce para a campanha do próximo ano.

O ardil dos organizadores do evento para as eleições 2012 já está claro e há muito vem sendo divulgado pelos "jornali$tas" da cidade: "Chapadinha, graças ao casal mais 171 do Maranhão, teria passado de 'princesinha' a 'rainha' do Baixo Parnaíba!" Para "comprovar" a tese, eles estão se "apropriando" de qualquer novo empreendimento na cidade e reclamaram, inclusive, o aumento na atividade comercial nesse Natal, comum em todo o globo.

A velha técnica estalinista (salvo engano) de repetir uma mentira "até que seja verdade" é muito utilizada na política brasileira e foi ela que possibilitou a ascensão de uma ilustre desconhecida ao posto de "Chefe do País". Durante a última campanha presidencial, o bolsa-família, de autoria do então governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), virou ideia do PT; e Dilma, como por "milagre", passou de ateia a devota de Nossa Sra. Aparecida...

E em Chapadinha, será que nossos ge$tores conseguirão vender seu gato por lebre? O certo é que, em razão do elevado (e põe elevado!) índice de rejeição a esse (des)governo, ele$ já entraram de cabeça na campanha - com destaque para o péla-saco mais famoso do país que, recentemente, atacou seus opositores por meio de uma rádio local, utilizando palavras de baixo calão. Campanha pura! De baixo nível, mas pura! E o clima só tende a esquentar a partir do início do ano. Resta saber se conseguirão fazer com que nosso povo esqueça, por exemplo...

Isso! (hospitais aos pedaços, pacientes tendo que comprar medicamentos
e materiais necessários ao próprio atendimento)

[ Clique para ampliar ]


Isso! (escolas aos pedaços, professores tendo que protestar
para receber abonos garantidos por lei)



E isso! (ruas esburacadas, mesmo após o recebimento de R$ 2 milhões
para restaurá-las, acidentes decorrentes do estado das vias)


[ Clique para ampliar ]




Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
3 Comentários