Desde a semana passada, estão sendo veiculadas notícias acerca de uma jovem que ofendeu, gratuitamente, pessoas do nordeste do país no Twitter, gerando revolta em muitos usuários. Apesar de muita gente ter ficado indignada, o perfil de "Sophia Fernandes" [ @SophiaOfDreams ], que seria de uma gaúcha de 18 anos, é falso.

Existe na internet um fenômeno chamado "troll", basicamente, um "trote". O troll mais clássico é emitir opiniões polêmicas com o objetivo de "ver o circo pegar fogo", ou dizer qualquer coisa, desde que cause tumulto. Uma das regras da internet é "não alimente os trolls" (em alusão ao aviso "não alimente os animais") e essa recomendação existe porque trolls vivem da atenção que recebem, afinal, o objetivo deles é justamente causar polêmica. Se o objetivo do perfil @SophiaOfDreams era "trollar" ao criticar nordestinos, ele conseguiu executar com êxito a sua missão.


O fake (perfil falso) "Sophia Fernandes" falou mal de piauienses, cearenses, baianos, e etc, desde a noite da última quarta-feira (07/12), revoltou milhares de internautas e (pasmem!) ainda ganhou 30 mil seguidores no Twitter. Mas "ela" acabou dando pistas de que não existia quando mostrou não ter medo da repercussão de seus atos, dizendo-se "protegida" contra uma possível investigação policial.


O Linha Defensiva encontrou o perfil da verdadeira dona das fotos que foram utilizadas no troll. Publicamente, ela afirmou não ter nenhuma relação com o fake, bem como já ter registrado um boletim de ocorrência sobre o caso.

A reação dos internautas ao incidente – o fake foi denunciado por xenofobia mais de 8000 vezes – acaba incentivando quem controla esses perfis. O caso repercutiu em inúmeros sites, fóruns, blogs e redes sociais. No Facebook, foi criado (além de uma página denominada "Detestamos a Sophia Fernandes") um perfil da tal Sophia, dizendo que ela estudava na PUC-RS. No entanto, seu nome não consta em nenhum listão de aprovados da faculdade e seu endereço simplesmente não existe. Os dados da escola de ensino médio também eram falsos, mas isso não impediu dezenas de compartilhamentos "denunciadores" no Facebook. Na madrugada de sábado (10), o perfil "Sophia Fernandes" no twitter foi hackeado e os invasores trocaram a imagem de plano de fundo por uma frase: "Perfil HACKEADO! Motivo XENOFOBIA" (ver primeira imagem do artigo).

Pegadinha do malandro

A maior lição que podemos tirar dessa história é a mesma que vem sendo divulgada há anos nas comunidades da internet: "NÃO ALIMENTE OS TROLLS". É triste a imagem que ficará do Rio Grande do Sul e desta jovem que teve suas fotos usadas indevidamente pelo fake e por todos aqueles que se indignaram com o que viram.

É preciso tomar cuidado ao repassar tais informações, visto que alguns mal-entendidos podem não vir a ser remediados. É interessante lidar com tais problemas de forma privada - e não sair compartilhando tudo em redes sociais, "pedindo justiça". Pois, caso seja um troll, você será apenas mais um a cair na "pegadinha do malandro".

logoblog
Comentários
3 Comentários