O tumulto e os comentários na cidade de Bacabeira-MA é grande. Tudo gerado em torno da demissão em massa realizada pelo consórcio GSF, responsável pela construção da Refinaria Premium I, da Petrobrás.


Segundo informações, o número de demissões chega a quase 1.000 (mil), entre homens e mulheres, o que causou aglomeração de pessoas nas ruas e nas paradas de embarque e desembarque de passageiros, na cidade. Até o final do ano, número de demissões poderá aumentar.

Com a redução de trabalhadores nas obras de terraplanagem da refinaria, fica reforçada a tese de que os planos do Governo Federal e do Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, - de que a terraplanagem fosse concluída no final de 2012 e a refinaria, em 2016 - sejam adiados.

Segundo estudiosos, a Refinaria Premium I só começará a funcionar em 2020.



logoblog
Comentários
2 Comentários