O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri ocorrido ontem (09) na sede da Câmara Municipal de Vargem Grande absolveu o réu Carlos Eduardo Oliveira Freitas (foto) da acusação de homicídio.


Na madrugada do dia 08 de junho de 2009, o acusado tirou a vida de Luís Carlos Viana com um tiro de revolver calibre 32, em uma festa no Bairro Soldadinho. Na ocasião, balas perdidas teriam atingido outras 3 pessoas, causando-lhes ferimentos leves.

Após 1 ano e 9 meses de prisão, o reú foi a julgamento nesta quarta-feira. Enquanto a representante do Ministério Público pediu a sua condenação por homicídio duplamente qualificado (por motivo fútil e emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima, no caso, o "elemento surpresa"), seu advogado sustentou que ele teria agido em legítima defesa, uma vez que a vítima vivia lhe ameaçando de morte e, no dia do crime, teria tentado tomar a sua arma.

Por maioria de votos, os jurados acataram a tese do advogado de defesa. O Ministério Público declarou que irá recorrer da decisão ao Tribunal de Justiça.


Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
0 Comentários