Há poucos dias, nosso blog noticiou que o (suplente de) deputado Magno Bacelar estava sendo investigado pela Polícia Federal por irregularidades na aplicação dos recursos do FNDE (Fundo Nacional de Desenv. da Educação), quando era prefeito de Chapadinha.

Vale ressaltar que, além de estar sendo investigado "criminalmente" pela PF, Magno também responde a um processo "cível" na Justiça Federal por conta das mesmas irregularidades. Observem:



Os indícios de desvios de recursos públicos que deram origem à Ação Civil de Improbidade Administrativa acima foram constatados por técnicos da Controladoria-Geral da União (CGU) em maio de 2005 (leia o relatório na integra aqui).

É por esta e outras razões que a situação do suplente só tende a piorar... Também, pudera: ele cometeu improbidade, que, segundo o dicionário Michaelis Online, significa:




Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
0 Comentários