O deputado federal Domingos Dutra fez um contundente discurso na Câmara Federal, criticando o que classificou de "rodízio de governadores" no Maranhão. Para o deputado, a alternância de governadores em tão pouco intervalo de tempo colocou o Estado em situação vexatória.

"A Governadora Roseana Mubarak resolveu tirar 10 dias de licença. Desses 10 dias, 2 sábados, 2 domingos, 2 feriados e um ponto facultativo. Sete dias inúteis. Dos 3 dias úteis, o Vice-Governador assumiu por 1 dia, passou o cargo ao Presidente da Assembleia e foi ao Ceará dizer: Mamãe, eu fui Governador por 1 dia. Por sua vez, o Presidente da Assembleia assumiu por 1 dia, tirou licença e foi ao município de Passagem Franca dizer: Papai, eu fui Governador por 1 dia. Por último, o Presidente do Tribunal de Justiça assumiu na quinta-feira à tarde, vai tirar licença e irá ao município de Caxias dizer: Papai, mamãe, vovô, fui Governador por 1 dia", criticou Domingos Dutra.

Segundo o deputado federal, o rodízio de governadores foi uma brincadeira com a democracia e o voto da população. "A pergunta que a população do Maranhão se faz é: o que está por trás desse rodízio? Eu já participei de rodízio de pizza, rodízio de picanha, rodízio de um monte de coisas; mas fazer rodízio no cargo de Governador só mesmo no Maranhão. Após a Governadora ter estatizado os penicos, os cueiros e a catacumba do Sr. José Sarney Mubarak, agora resolveram fazer essa brincadeira de rodízio no Governo do Estado: um dia de Governador para cada um", disparou.

"O pior é que Roseana viajou e levou a chave do cofre. Ninguém manda em nada: é simplesmente pose e brincadeira com um cargo tão sério e tão caro para a democracia brasileira", finalizou.


Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
1 Comentários