Na noite de ontem (1º/11), o vereador Abdias Cidrão (foto) divulgou nota acerca das declarações prestadas por Antonio Francisco Martins, autor confesso do incêndio ocorrido na Rádio e TV Líder de Vargem Grande, nas quais ele o acusa de ser o mandante do crime.

Na nota (abaixo), o vereador menciona os ataques politiqueiros que sofre por parte da emissora e os meios legais pelos quais tenta resolvê-los, além de confirmar uma informação recebida por este blog de que o incendiário esteve sumido por dois dias antes de confessar o crime, em companhia dos próprios diretores da emissora. Acompanhem:

TUDO NÃO PASSA DE ARMAÇÃO!

Fui surpreendido com a informação divulgada na imprensa de que eu, Abdias Cidrão, vereador de Vargem Grande teria sido o mandante do incêndio ocorrido na semana passada na Rádio e TV Líder. Segundo as matérias jornalísticas um pedreiro teria confessado o crime e imputado a mim a autoria intelectual do incêndio.

Dirijo-me aos meios de comunicações para dizer que sou inocente. A única verdade que eu, assim como muitas outras pessoas, fui vítima das graves agressões perpetradas pelos que comandam a Rádio e TV Líder; durante anos tenho a minha vida não só política, mas, principalmente, pessoal e familiar, invadida, difamada, caluniada, ultrajada e completamente pisoteada por integrantes do chamado Sistema Líder de Comunicações; porém, jamais concordaria em resolver esta questão deste modo.

Sabendo que a TV Líder é uma televisão clandestina e que funciona sem outorga legal por diversas vezes requeri providências por parte dos órgãos fiscalizadores no sentido de coibir o seu funcionamento ilegal e os ataques à minha honra e de minha família. E os rebati sempre utilizando abertamente o espaço na tribuna da Câmara Municipal.

Também procurei na Justiça reparação pelos ataques sofridos, e, inclusive, obtive êxito na condenação, mas nunca recebi um centavo de indenização, pois tudo o que eles possuem é em nome de laranjas e eles são espertos em fugir das garras da Justiça, utilizando-se de subterfúgios os mais variados para esquivarem-se das dezenas de ações que respondem, eis que agridem gravemente inúmeras pessoas diariamente. Todos em Vargem Grande são testemunhas disto.

Contudo jamais iria ordenar a quem quer que seja que ateasse fogo na sede da TV Líder, nada tenho haver com isso, e estranho tudo o que vem acontecendo. Todos em Vargem Grande sabem que eles mantinham a Televisão com muitas dificuldades financeiras e precisamos investigar tudo o que aconteceu com critérios e responsabilidade.

A pessoa que teria me denunciado, inclusive, estaria desaparecida da cidade há alguns dias e fora visto pela última vez na companhia de pessoas ligadas à direção da Rádio e TV Líder. Há até um registro de ocorrência na policia de seus familiares denunciado o seu sumiço.

Acredito em Deus e na Justiça e com certeza tudo será esclarecido e resolvido. Estou à disposição da Justiça e da Imprensa para prestar todos os esclarecimentos necessários e já contatei o meu advogado para ter acesso aos autos do inquérito para saber realmente do que estou sendo acusado e até onde vai esta armação, pois até agora nem isto tive e só assim poderei exercer o meu direito de defesa e colaborar com a polícia e a Justiça.

Atenciosamente,

Abdias Cidrão
Vereador de Vargem Grande.
(Contato com Luciane, Assessora Parlamentar do Vereador: 8149-2643)

Por email, em 1º/11/11

PS: Segundo informações extra-oficiais, o vereador estaria juntando provas de sua inocência e já teria alguns documentos interessantes em mãos. Aguardem mais notícias em breve...


Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
4 Comentários