O trabalho conjunto das policias Civil e Militar de Vargem Grande resultou na manhã deste sábado na prisão de Francisco Charles de Sousa Carvalho, vulgo "Charlim", de 22 anos de idade. Ele cumpria pena na Penitenciária de Pedrinhas por Roubo e Furto e estava foragido desde que recebeu indulto para passar a semana santa com a família, haja vista não ter retornado à prisão. Durante esse período, Charlim, que já era conhecido na cidade por conta de seus crimes, teria aumentado ainda mais seu "currículo" praticando outros delitos, conforme relataram algumas de suas vítimas.

Os Policiais, auxiliados pela Guarda Municipal, estavam no encalço do foragido há vários meses e, ao receber informações de que ele estava nas imediações do Bairro Soldadinho e do Conjunto Cohab, o localizaram e perseguiram, disparando alguns tiros para intimidá-lo, o qual só cessou a fuga porque veio a se ferir enquanto pulava cercas de arame farpado. O meliante estava na companhia de um comparsa, conhecido por Antonio Carlos, que conseguiu escapar.

Com Charlim foram encontrados um cachimbo para o uso de drogas, três facas e uma tesoura, o que levou a polícia a investigar seu envolvimento no assassinato de Maria Lúcia da Cruz, cujo corpo foi encontrado nesta manhã, no Açude Paulo Ramos.


"Maria Gaguinha", como era conhecida, tinha 27 anos. Residia no município de Miranda do Norte–MA e estava em Vargem Grande desde o início do festejo de São Raimundo, hospedada em casa de parentes. Segundo apurou a polícia, ela era usuária de drogas e muito conhecida pelos policiais da cidade onde residia. Maria foi vítima de seis facadas: duas no peito, uma na nuca e as demais na mão, braço e perna, ferimentos típicos de quem tenta se defender de seu algoz.

Segundo o site da TV Difusora local, o Tenente da PM de Vargem Grande, João Pereira, já teria confirmado que Charlim está envolvido em seu assassinato.


Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
0 Comentários