Por Oswaldo Viviane - Jornal Pequeno

Uma reportagem da revista "Isto É" desta semana, de autoria dos jornalistas Michel Alecrim e Solange Azevedo, revela que nº. de homicídios de crianças de 10 a 14 anos no Maranhão cresceu 812,1% em 11 anos. Apurado por um estudo da PUC de Minas Gerais e da rede Observatório das Metrópoles, o percentual do estado só não é maior que o da Bahia, que aparece com incremento de 1.043% nos assassinatos de crianças, no mesmo período. O Pará é o 3º pior ranqueado, com um aumento de 447% no nº. de homicídios infantis.

O Jornal Pequeno apurou hoje (26) com Michel Alecrim, um dos autores da reportagem, que em 1999 o Maranhão registrava 0,1 morte para cada 100 mil habitantes, na faixa etária pesquisada (10 a 14 anos). Esse número subiu para 1,2 em 2009. No mesmo período, os assassinatos na faixa etária de 15 a 19 anos também tiveram um aumento significativo no Maranhão: de 4,4 mortes para 26,6.

Segundo o estudo divulgado pela "Isto É", foi a primeira vez na história do Brasil em que o aumento de homicídios nesta faixa etária (10 a 14 anos) superou as demais.

Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
0 Comentários