Não que o Orkut seja ruim, mas todos os internautas sabem que ele se tornou o maior foco de pragas do mundo virtual dos últimos tempos, tudo em razão de sua enorme popularidade, aliada à "ingenuidade" de alguns usuários.

Lembram-se dos recados aparentemente inocentes supostamente enviados por amigos que diziam "Olhe as fotos da nossa festa, ficou D+, kkkkkk"? Ou aquele outro: "Sacanagem o que fizeram com vc nesta foto, vc não merece"...! Um dos mais clássicos: "Você recebeu um cartão, clique AQUI para ver seu cartão". Usuários mais experientes procuravam conferir a procedência do "scrap" com o remetente, mas alguns curiosos clicavam imediatamente no link, disseminando pragas para todos os seus amigos.

O certo é que, em dado momento, o Orkut tornou-se inconfiável! Isso sem falar das correntes ("Oi, meu nome é Samara, eu morri e vou puxar seu pé se não enviar isto para seus amigos"), spans (propagandas forçadas), comunidades pessoais ("Eu amo Fulano"), fakes (falsos perfis, geralmente criados para fuçar no Orkut de alguém sem ser notado), e por aí vai... Talvez tenha sido esta a razão de o Orkut ter perdido tantos usuários para o Facebook.

Quando entrei no Face, notei "de cara" um ambiente mais organizado. Em primeiro lugar, ninguém sabe quem visitou seu perfil, inviabilizando o uso de fakes. E não havia as pragas, spans e demais aborrecimentos tão comuns no Orkut. Mas não é que o negócio parece estar mudando? Bastou o Face bombar aqui no Brasil para os "malas" do mundo virtual voltarem sua atenção para ele. E aos poucos, por inexperiência ou ingenuidade dos usuários, o Face está se tornando outro Orkut! Vejam abaixo três "Orkutismos" que notei estarem se alastrando pela rede social:

Perfil (Profile) em vez de Página (Page)

A exemplo dos "perfis" e "comunidades" do Orkut, o Facebook dispõe de "perfis" - para pessoas - e "páginas" - para qualquer outra coisa. Então porque não paramos de receber solicitações do tipo "Faculdade Tal quer ser seu amigo"? Para evitar o erro, o Face dispõe, logo em sua página inicial, o campo "gênero" na área de cadastro. Mesmo assim, a "Faculdade Tal" escolhe um (no caso, "feminino") e cadastra-se na rede como pessoa!

O correto seria o "responsável" pela entidade entrar como pessoa e, uma vez usuário, criar uma página (ou, se for o caso, um evento) para divulgá-la. Eu, por exemplo, cadastrei-me como Jonnay Alves e DEPOIS criei a página do Chapadinha Online (clique AQUI para conhecê-la). O pior é que cada usuário que aceita uma empresa/entidade como amiga ajuda a disseminar o erro. E eu também já cometi essa gafe, "em consideração à pessoa responsável", mas hoje percebo que seria melhor tê-la orientado.
E R R A D O :


C O R R E T O :


Spams e Correntes

Redes sociais são muitos úteis para divulgar um produto ou serviço, mas tudo, em excesso, torna-se "prejudicial". E propaganda em demasia costuma afastar clientes, em vez de consquistá-los. A simples prática é denominada SPAM (mensagem enviada em massa com fins publicitários, de caráter apelativo, na maioria das vezes inconveniente e incômoda). Às vezes, o spam ilude o destinatário, obrigando-o a disseminá-lo, vejam abaixo:


Notem que o spam acima (1º) obriga o usuário a curtir a página do spammer e assim acompanhar todas as suas publicações, ou seja, suas propagandas; (2º) obriga o usuário a convidar todos os amigos para o evento, ou seja, a disseminar a praga e (3º), termina "advertindo" que, se todas as "regras" não forem cumpridas, o usuário estará "desclassificado".

Para proteger seus usuários, o Facebook PROÍBE essa prática. Vejam o que diz a Central de Ajuda (seção "Segurança da conta") da rede:


Muitas vezes, os spams não passam de "correntes" enganosas. Observem:


No caso acima, não há produto ou entidade a ser divulgada. Muito menos sorteio! O único apelo da página é fazer com que o usuário curta e convide os amigos, disseminando, assim, a falsa promoção. Essa corrente começou prometendo camisetas para os primeiros 300 mil participantes. Na imagem acima, já prometia o brinde aos primeiros 500 mil. E adivinhem o que achei no Face enquanto digitava este artigo?


Ao se depararem com uma página (ou evento) do tipo spam ou corrente, acessem e denunciem-na imediatamente ao Facebook. Somente assim poderemos mantê-lo limpo desses engodos!



Falsos links e Scams

Sempre desconfiem se notarem alguma mudança no "comportamento" do Facebook. Observem o exemplo abaixo:


O (suposto) vídeo acima prometia mostrar o descuido de uma "famosa", que teria exibido seus "atributos" em um programa de TV. Mas ao clicar no link, em vez de o vídeo ser reproduzido na própria página do Face (como de praxe), o usuário era levado a outra página, com um suposto vídeo do Youtube no centro. Ao clicar sobre ele, um script enviava o falso link para todos os amigos do usuário curioso e, só então, exibia o vídeo, que não mostrava nada de mais.

Por qual motivo uma pessoa criaria um link falso para, simplesmente, se espalhar na rede, sem causar danos aos usuários? Resposta: Para divulgar a "publicidade" inserida na parte superior da página intrusa! Vejam:


O golpe acima é denominado SCAM (links que prometem oportunidades ou ofertas enganosas, com falsos resultados). O tal vídeo já foi retirado de circulação pelos próprios administradores do Face, mas não custa nada darmos uma mãozinha ao pessoal e prestar atenção se acontece algo incomum ao clicarmos em algum link, não é mesmo?

Por fim, se você tiver caído - recentemente - em quaisquer dos golpes acima, é altamente recomendável acessar seu perfil no Facebook, procurar no Mural pelo post que diz que você "curtiu" a página spam ou "confirmou presença" no falso evento e removê-lo.


Às vezes, dependendo do tempo decorrido, é melhor esperar uma "postagem" da página span, para então acessá-la e clicar sobre o link "Curtir (desfazer)", à esquerda da mesma.

Até a próxima! =)

Artigos relacionados:
logoblog
Comentários
1 Comentários