O Promotor de Justiça José Márcio Maia Alves, da Comarca de Barreirinhas/MA, comentou o artigo "O Ministério Público e suas prioridades", um dos primeiros publicados por nosso blog. Em razão da relevância do comentário, haja vista que foi postado por um "membro do MP", em um artigo "sobre o MP", publico-o como um post em separado, transcrevendo-o na íntegra, a seguir:

"Caro Jonnay,

Obrigado pela generosidade das palavras.

O Ministério Público tem uma grande missão, mas o êxito no desafio que lhe foi traçado pela Constituição deve passar necessariamente pela interação com o seu "cliente", a sociedade. É em razão dela que nós existimos enquanto instituição e a ela devemos honrar. E não há outro caminho para quem escolheu essa função.

Estou a sua disposição e dos chapadinhenses no que puder contribuir através do blog www.josemarcio.com

Sobre o primeiro comentário a esta postagem (link ao final deste artigo), sugiro que o usuário formule uma representação junto à Promotoria. Tenho certeza que lá estará um promotor de justiça para encaminhar a resolução daqueles problemas. Os promotores do MPMA são comprometidos com a causa do MP. Conheço os dois de Chapadinha e eles não fogem a essa regra. São colegas valorosos.

Um grande abraço,

José Márcio Maia Alves
Promotor de Justiça de Barreirinhas"

Este autor se sente honrado por receber visita tão ilustre em nosso blog. Conheci José Márcio quando ainda trabalhava no fórum da Comarca de Urbano Santos, da qual ele era o promotor titular. Sem nenhuma demagogia, digo que jamais conheci um membro do parquet mais comprometido com os princípios constitucionais que regem (ou deveriam reger) a instituição do Ministério Público. Em suma: Dr. Márcio é o único promotor que conheço que realmente veste a camisa do povo, quando necessário. Sem desmerecer os demais membros do MP, acredito que se a Comarca de Chapadinha tivesse um promotor como Dr. Márcio, os tempos não estariam tão difíceis como agora...

Segue abaixo, entre outros, o link do artigo no qual Dr. Márcio postou o comentário acima:
logoblog
Comentários
0 Comentários