Segundo o levantamento divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 149 candidatos foram barrados pela Lei da Ficha Limpa nas eleições passadas.

No dia 23 deste mês, o STF decidiu que a referida lei só valeria para as próximas eleições, autorizando os fichas-sujas eleitos a tomar posse (saiba mais clicando no link ao final deste).

Desses 149, os que tiverem obtido votos suficientes para se eleger podem requerer o direito a tomar posse. Por sua vez, os políticos que tomaram posse no lugar deles (que também não são santos) terão de deixar seus cargos. Essa situação indecorosa é mais uma consequência da morosidade da justiça brasileira. Processos, eleitorais ou não, arrastam-se por meses, às vezes anos, sem serem julgados, gerando um clima de insegurança e instabilidade que ameaçam a nossa democracia.

Sim, nossa democracia corre risco, pois já faz algum tempo que os brasileiros vão às urnas sem saber se seu candidato É candidato, se o resultado da apuração vai ser o mesmo na semana seguinte, se o candidato eleito vai mesmo assumir e - caso assuma - se vai terminar o mandato ou entregar seu cargo a outro, por ordem da justiça.

O povo, que já não sabia votar direito, agora sequer tem certeza se seu voto será válido! Isso desestimula - e desmoraliza - os eleitores, que observam, a cada eleição, sua "vontade" ir se tornando ítem supérfluo nesse "sistema". E, até onde sei,


"Onde a vontade do povo não é soberana, não existe democracia."



Artigo relacionado:

STF - Ficha Limpa não valeu para as eleições 2010
logoblog
Comentários
0 Comentários