O Tribunal de Justiça do Rio autorizou a exumação do corpo do cantor e compositor Sebastião Rodrigues Maia - o Tim Maia - para a realização do referido exame, que será utilizado como prova em uma Ação de investigação de Paternidade, movida por uma mulher que se diz sua filha.

Desde a propositura da ação, em 2009, a autora solicitou que o exame fosse realizado com os restos mortais do cantor, e não com material colhido dos herdeiros, como é de praxe. O pedido foi deferido em 1ª instância, ocasião em que os herdeiros recorreram da decisão alegando que nunca se recusaram a fornecer material para o exame, e que uma exumação, além de desnecessária, causaria um grande trauma e contrangimento na família.

Nesta terça, porém, o TJ-RJ autorizou a exumação, justificando que o exame de DNA realizado em parentes de primeiro grau não possui a mesma precisão do que aquele realizado no próprio genitor, além do que, seu resultado demora mais para ficar pronto. O TJ-RJ afirmou, também, que o procedimento não trará nenhum prejuízo aos familiares de Tim Maia.
logoblog
Comentários
0 Comentários